Beleza na superfície e os pés na água: conheça as plantas aquáticas!

Beleza na superfície e os pés na água: conheça as plantas aquáticas!
Vamos falar agora das plantas aquáticas, que embelezam as superfícies das águas. As plantas aquáticas gostam de ambientes úmidos, ou seja, você pode encontra-las em lagos, rios, pântanos e manguezais. Algumas pessoas costumam chamá-las de paludosas, por viverem em lodos.
Existem espécies que vivem totalmente submersas, flutuam por quilômetros, enquanto outras mantêm suas raízes e caule fixadas no fundo ou na margem das águas. Além de serem ótimas para a utilização em aquários de água doce ou marinhos, elas ficam belíssimas no paisagismo. Suas folhas são delicadas, muitas contam ainda com exuberantes flores.
As plantas aquáticas retiram seus nutrientes diretamente da água. São fáceis de manter e se adaptam rapidamente em qualquer local. Confira algumas espécies e suas características, dicas legais para quem pensa em montar um pequeno lago no jardim de casa:
Pinheirinho (Myriophyllum matogrossense) – essa planta possui um crescimento rápido chegando de 20 a 60 cm de altura, vive submersa e conta com uma característica peculiar.
Taboa (Typha angustifolia) – apesar do nome pequeno, essa plantinha pode atingir até 3 metros de altura. Suas folhas são resistentes, utilizadas na fabricação de cadeiras e tapetes. Uma curiosidade sobre ela: é comestível e rica em vitaminas.
Papiro (Cyperus prolifer) – sua luminosidade preferida é a do sol, chega a medir de 2 a 3 metros de altura. É tolerante ao frio, e sua multiplicação acontece através da divisão de touceiras.
Ninféia (Nymphaea caerulea) – de porte pequeno, entre 10 a 30 cm de altura, a planta apresenta diâmetro médio de 80 cm. É flutuante e conta com flores e folhas lisas e brilhantes.
Mandala aquática (Ludwigia sedioides) – com altura entre 1 a 3 metros, essa plantinha adora o sol. Sua folhagem se encaixa como um mosaico, durante o dia suas folhas ficam abertas, na parte da noite se aproximam.
No 37º episódio da série mais verdinha da internet, vamos apresentar dicas de como realizar o plantio destas espécies. Se você curtiu e quer saber como cultivar, inscreva-se no canal do Jardim das Ideias no YouTube. A Carol Costa tem informações bem bacanas sobre este assunto e ganhou uma ajudinha especial no processo. Vai lá conferir! >> https://youtu.be/SHqQD1Pfu3s
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *