Árvores para jardim – Parte I

Você está montando o seu jardim e
já escolheu todas as flores, agora só faltam as árvores para ornar com o resto
do ambiente. Porém, você conhece as melhores árvores para jardim? Nessa série
de posts, que conta com  três partes,
vamos explicar as diferenças entre os portes das árvores e ajudar você a
escolher com mais segurança.

Antes de comprar a espécie, é
importante conferir o tamanho do espaço que você pode dedicar para a árvore. Se
você tiver poucos metros, é melhor optar por plantas de porte pequeno, assim é
possível garantir a saúde e o desenvolvimento sadio da espécie. Cuidado com as
calçadas também! E é exatamente sobre elas que vamos falar hoje.

Mesmo que elas sejam pequenas em
altura ou alcance dos galhos, atenção às raízes dela! Se o local onde você quer
ter a árvore é perto de uma calçada ou área cimentada, verifique o tipo de raiz
que a planta possui: se forem compridas, é melhor escolher outra, pois elas
podem acabar causando rachaduras no solo.

Faltou espaço? Então aposte na
Pata-de-vaca, uma árvore de pequeno porte, muito indicada para jardins e que
possui flores lindas. A Murta-de-cheiro é considerada um “grande arbusto” por
ainda parecer as versões em miniatura mesmo depois de ter atingido a idade adulta,
então, se o seu espaço for pequeno, procure saber mais sobre ela também.

É apaixonado por Ipês? Você pode
ter um Ipê-de-jardim, eles chegam, no máximo, à seis metros de altura. O
Flamboyant-mirim é uma árvore vistosa porém espinhosa, então, se tiver crianças
em casa, opte por outra espécie.

Dentre os cuidados ao escolher
uma árvore para o seu jardim está o conhecimento do ciclo frutífero da árvore.
Pesquise se ela dá frutos no verão ou em outra estação. Esse tipo de informação
vai contribuir para o planejamento das podas.


Você tem árvores no seu jardim? Qual a espécie?
Conte para a gente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *