Aprenda a identificar os galhos doentes de sua planta

Todas as plantas, independente de sua resistência, precisam de cuidados especiais. Podemos perceber a olho nu quando a mesma não está saudável, pois ela apresenta cores, texturas e sintomas diferentes da sua forma “original”. Agora, o que eu fazer quando você percebe que sua planta está ficando danificada? E como identificar?  Essas perguntas apavoram um pouquinho, não é?! Mas podemos garantir… É mais fácil do que você imagina!
De primeira é necessário você se certificar se a condição ambiental onde ela está é boa ou não. Tirando os problemas causados pelos parasitas e predadores, as folhas adoecem quando não estão recebendo o devido cuidado, como luz necessária, regas, nutrientes e substratos. 
Certo, mas como identificar? Assim como nós, os seres vivos verdes se manifestam em sua estrutura quando não saudáveis mudando cores, texturas, formas e aspectos. 
• Pragas
Apresentam insetos, como formigas, lagartas, pulgões e folhas comidas. Para tratar, remova os insetos e borrife óleo de bebê ou repelente de fumo. 
• Falta de luz 
As folhas começam a desbotar e ficam amolecidas. Para tratar, ajuste a sua exposição à luminosidade conforte a espécie. 
• Deficiência de nitrogênio
As folhas superiores apresentam uma cor verde-clara e as inferiores amareladas ou castanhas. Para tratar, adube com esterco e matéria orgânica.
• Excesso de água
Folhas murchas e amareladas. Para tratar, ajuste a rega e a drenagem do vaso.
• Deficiência de potássio
Folhas amareladas no centro e mais escuras nas laterais. Para tratar, adube com cinza vegetal ou material orgânico rico em potássio. 
• Falta de agua
Folhas murchas, secas e com aspecto morto. Para tratar, molhe a planta sempre que o solo estiver ressecado. 
• Deficiência de cálcio
As folhas ficam amareladas nas bordas com manchas escuras em torno. Para tratar, adube com calcário.
• Deficiência de ferro
Apresenta folhas amarelas com meio esverdeado. Para tratar, use adubo orgânico. 
Uma ótima dica para manter suas plantas saudáveis é a adubação orgânica. Rica em nutrientes, ela deixa de lado a necessidade do uso de fertilizantes químicos – aqueles que fazem um mal danado para as plantas e para nosso organismo. 
É isso! Agora que mostramos como identificar não deixe sua plantinha morrer, hein?! Compartilhe com seus amigos e fique de olho na nossa página Jardim das Ideias para sempre deixar seu espaço sempre lindo, perfumado e saudável. 
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *