Aprenda a cultivar árvores frutíferas em vasos

Ter o prazer de colher uma fruta direto do pé parece um desejo distante de quem vive na correria do cotidiano. Mas é possível sim! Você pode ter árvores frutíferas produzidas em vasos, mesmo que você seja orgulhosamente urbano. Para ajudar você a cuidar de cada detalhe nessa empreitada, separamos as dicas mais importantes:
1. Espécie: romã, araçá, acerola, pitanga, jabuticaba, laranja, bergamota, kinkan, limão e por aí vai.
2. Espaço: pode ser na varanda, no corredor, no jardim e até na sala, desde que você tenha uma janela grande com bastante luminosidade. É preciso tomar o cuidado com a área disponível, em média uma área de 2 m² para cada fruteira em vaso. Preste atenção no porte da planta, precisa ser de baixo ou médio.
3. Vaso: para cada tipo de árvore existe o vaso mais adequado. Em superfície e profundidade, esteja atento ao porte da frutífera. O vaso deve ter em média 20 litros – é importante ter espaço para as raízes se expandirem.
4. Terra: prepare a terra com uma mistura de 50% de terra orgânica e 50% de areia média de construção. No fundo do vaso, até uns 15 cm da altura, faça a cama de drenagem com pedriscos (não esqueça de que o vaso deverá ter pelo menos um furo para escoamento da água).
5. Sol e luz: as frutíferas só darão bons frutos se tiverem sol e luz durante, pelo menos, 6 horas, todos os dias.
6. Irrigação: dependendo do clima da sua região, uma frutífera em vaso precisará de até 3 regas por semana. Você pode fazer as regas em dias fixos reduzindo a quantidade em períodos de chuva e aumentando em época de muita seca.

Dica extra: se a muda tiver algum fruto, o ideal é que você remova o mesmo! 😉

Mãos à obra! Se você gostou das nossas dicas, basta curtir Jardim das Ideias no Facebook para estar por dentro de cada novidade do nosso blog. Até o próximo post!
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *