A sutil beleza das miniflores

Que tal inserir pontos de cor em seu jardim com flores que não possuem mais do que 3 centímetros de diâmetro? Aqui você encontra cinco sugestões bem bacanas e fáceis de cuidas.

Perpétua (Gomphrena globosa): apresenta floração durante todo o ano e tolera bem o calor e o frio subtropical. Deve ser cultivada a sol pleno, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica. Necessita de regas regulares.

Crédito Modos de Olhar

Falsa-érica (Cuphea gracilis): florescem o ano todo e crescem à meia sombra ou a sol pleno. Possui flores pequena, mas numerosas nas cores branco e roxo.

Crédito miliauskasaarquitetura

Flor-de-cera (Hoya carnosa): as flores aparecem entre a primavera e o verão e aprecia ambiente à meia sombra. Como é uma trepadeira, precisa de suportes para se fixar.

Crédito O Cultivo da Vida

Orelha-de-onça (Tibouchina grandiflora): as flores aparecem no verão e a planta necessita de sol plento. Ideal para uso como cerca viva.

Crédito Revista Casa e Jardim

Flor-leopardo (Belamcanda chinensis): se adapta facilmente em todas as regiões do país, podendo atingir 1 metro de altura. Floresce em todas as estações e deve ser cultivada sob sol pleno, tolerando meia-sombra. As regas devem ser semanais e a adubação pelo menos duas vezes por ano, para uma boa floração. Não tolera encharcamento.

Crédito Alternativa Rural

Crédito Casa e Jardim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *