6 coisas que você precisa saber sobre a pata-de-vaca roxa

6 coisas que você precisa saber sobre a pata-de-vaca roxa
Conhecida como Pata-de-vaca, Árvore-de-orquídeas, Árvore-orquídea, Casco-de-vaca, Casco-de-vaca-lilás, Pata-de-vaca-lilás, Mororó, Bauínia, Pé-de-boi e Pata-de-vaca-rosa, a Bauhinia purpurea é uma árvore florífera de origem asiática. Separamos seis coisas que você precisa saber sobre essa espécie, caso esteja pensando em plantá-la ou queira aprender mais sobre os seus cuidados. Confira!
1. A pata-de-vaca é muito utilizada na arborização urbana, devido especialmente ao seu porte médio. O tronco raramente ultrapassa 10 metros.  Também não apresenta raízes agressivas, tornando-se uma boa escolha para calçadas.
2. Suas flores, em tons de rosa e lilás, começam a aparecer em meados do inverno, permanecendo viçosas durante toda a primavera. Elas atraem pássaros silvestres e insetos polinizadores.
3. Para prevenir pragas e doenças é indicado fazer podas de limpeza no final do inverno, retirando folhas e ramos secos, flores murchas e eventuais parasitas. Essa manutenção garante que a planta se desenvolva de forma saudável.
4. É possível propagar a pata-de-vaca por meio de estacas ou sementes recém-colhidas. As sementes devem ser mantidas em saquinhos com substrato úmido e a germinação acontece em aproximadamente 15 dias.
5. O cultivo deve ser feito em solo bem drenado e fértil. As regas devem ser regulares principalmente nos dois anos iniciais. A adubação indicada para plantas já estabelecidas é com matéria orgânica, não necessitando adubo nitrogenado.
6. As flores da pata-de-vaca são perfumadas, delicadas e coloridas, chamando a atenção por sua beleza. Por esse motivo a espécie é bastante utilizada em paisagismo em praças e residências, ganhando ponto focal nos projetos.
Vale lembrar que a pata de vaca utilizada em chás não é a mesma encontrada nas ruas das cidades. A com propriedades medicinais é um arbusto e se chama Bauhinia forficata.
Gostou do post? Coloque sua opinião nos comentários! Lembre-se de compartilhar com seus amigos e curtir a nossa página no Facebook! www.fb.com/jardimdasideiasstihl
Um comentário
  1. Gostei da informação, clara e didática.
    Muito obrigada.
    Já estou com uma sementeira, daqui uns dias vou realizar o plantio conforme suas instruções..
    Ana Maria

    1. Que bom que você gostou! Fica de olho na nossa página, sempre temos dicas incríveis! 💚

  2. Como diferenciar a Pata de Vaca cujas folhas não são boas para o chá da que é recomendada?
    Tenho uma, no meu jardim, de porte médio, flores rosa com branco, parecidas com orquídeas e de perfume delicado e delicioso.
    Adoro-a, acho-a linda por suas folhas, flores e pela sombra que produz.
    Só não gosto da grande quantidade de vagem que produz, sobrecarregando os galhos e deixando-a com a aparência de “cansada”, rsrsrs, com os galhos “arriados” . Mas, fazer o que?

    1. Olá, Daniela. A planta usada para os chás tem as folhas com os bordos pontudos, já a não recomendada tem os bordos arredondados. A que você tem provavelmente é do segundo tipo, a mais comum na arborização.
      Você pode controlar a quantidade de flores e frutos através do manejo da poda mista, evitando o excesso de produção.
      Quanto ao uso como chá, recomendamos que você consulte um médico e tenha mais informações sobre o consumo de forma segura.

  3. Quero saber qual é o valor medicinal da árvore para de caça roxa ou lilás encontrada nas praças de são Paulo

    1. Olá, Silvia! Tudo bem? Estas informações podem ser buscadas em sites de fitoterapia, farmácia ou medicina natural. Abraço!

  4. Plantei uma pata de vaca na minha calçada e só depois dela grandinha (plantei final do ano passado) notei que essa árvore tem a característica de não ter um pião central que conduz a copa, ela tem um crescimento lateral só para um lado, Daí comecei prestar atenção e vi que no meu bairro tem muitas assim, que acabam se quebrando. Não forma uma copa redonda, bonita.
    Não sei o que fazer, vou ter que acabar eliminando ela pra plantar outra espécie que de sombra .

    1. Olá, Benilde! Você pode fazer podas anuais no período do final do inverno, para que ela forme novos ramos e renove a copa, a cada primavera. Ela pode ser conduzida com a poda, assim você consegue formar ramos em todos os lados, fazendo com que ela fique forte sem quebrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *