5 tipos de grama que você precisa conhecer – e como cuidar deles

5 tipos de grama que você precisa conhecer – e como cuidar deles
Se engana quem pensa que grama é tudo igual. O Jardim das Ideias apresenta os 5 tipos mais comuns do Brasil e mostra dicas simples para acertar na manutenção. Leia o post até o final para conferir! 😉
• Grama Santo Agostinho: ideal para regiões litorâneas, pois tolera bem a salinidade do solo.
• Grama Coreana/Japonesa: ideal para quem não tem muito tempo para cuidar do jardim, uma vez que cresce de forma lenta
• Grama Batatais: precisa de muito sol e é bem resistente ao pisoteio. É indicada para parques, praças e beiras de rodovias.
• Grama São Carlos: resistente a pragas, é uma boa opção para áreas grandiosas, como gramados e casas de campo.
• Grama Esmeralda: perfeita para áreas de lazer e playgrounds, pois é resistente a pisadas, além de ser o tipo mais vendido no Brasil.
Três dicas básicas para manter seu gramado sempre bonito:
– Nunca corte mais de 1/3 da altura da sua grama. Assim, as folhas conseguem captar luz solar suficiente para manter as raízes fortes.
– Nunca corte totalmente o gramado. A grama muito baixa fica suscetível a pestes e ervas daninhas.
– A lâmina do cortador deve estar sempre afiada. Dessa forma, produz um corte limpo e permite que a grama se recupere mais rápido.
Para ajudar nas suas tarefas, conte com a praticidade dos equipamentos STIHL. Sugestões:
Cortador de grama RMA 510: garante o corte na altura ideal para diversos tipos de gramado. Fácil de usar, o equipamento funciona à bateria, proporcionando.
Roçadeira FSA 56: ideal para corte de grama e acabamento no entorno de árvores, pedras e plantas. Seu desempenho de corte possibilita que mesmo as áreas mais difíceis do jardim sejam alcançadas.
Roçadeira FSA 45:  a roçadeira FSA 45 pode ser personalizada de acordo com o tipo de trabalho e a altura do usuário, podendo ser ajustada em 4 posições. Indicada para trabalhos domésticos em pequenos jardins, pátios e áreas verdes, ideal para fazer acabamentos precisos em torno de obstáculos.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *