Tipos de adubo para jardinagem

Tipos de adubo para jardinagem

A prática da adubação ajuda a repor os nutrientes retirados do solo para que as plantas cresçam bonitas e saudáveis, além de acelerar a floração. Você conhece os tipos de adubo que existem? Sabe suas funções no jardim? Separamos alguns exemplos que podem te auxiliar a escolher o melhor para suas necessidades.

Os adubos podem ser classificados em orgânicos e sintéticos. Independente de qual tipo será usado é preciso ficar atento à quantidade, pois o excesso pode ter efeito contrário ao desejado. Para isso é necessário saber a necessidade da planta e seguir as indicações dos produtos comprados.

Adubo orgânico

O adubo orgânico é natural e muito fácil de usar. Você apenas precisa adicioná-lo junto com a terra no cultivo da planta, sempre se lembrando de regar. Algumas opções são:

Húmus de minhoca: ajuda a planta na melhor absorção da água e dos nutrientes, além de possuir maior duração. O húmus da minhoca regula o pH da terra, pois o seu próprio pH é neutro, equilibrando o solo.

Farinha de osso: rica em cálcio, fósforo e magnésio que são fundamentais para o desenvolvimento de folhas e frutos. Evita a acidez do solo e tem efeito duradouro durante todo o seu ciclo.

Torta de mamona: fácil de ser encontrada em floriculturas e garden centers, a torta de mamona é uma rica fonte de nitrogênio, além de possuir também micronutrientes, potássio e fósforo.

Adubo sintético

São compostos químicos que suprimem a falta de algumas substâncias vitais para a sobrevivência das plantas. O adubo sintético pode ser adquirido em variadas formas, como farelo, granulado, comprimido e líquido.

Adubo granulado: mais eficiente para aplicações pesadas, evita desperdícios pois tem sua liberação gradual, diminuindo a necessidade de muitas adubações ao longo do tempo.

Adubo pastilha: é um adubo mais prático para quem não tem muito tempo para cuidar das plantas. Tem formato parecido com comprimidos e é fácil de usar, basta colocar sobre a terra e regar.

Adubo líquido: vem ganhando cada vez mais espaço no mercado por ser de fácil manuseio e muito eficiente. É mais concentrado e, por isso, necessita ser diluído na água, podendo ser pulverizado nas plantas.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre os tipos de adubos? Comente qual tipo você costuma utilizar.

Siga o Jardim das Ideias STIHL no Instagram para conferir mais dicas sobre diferentes espécies!

Um comentário
  1. Artigo muito bom!

    Eu defendo a ideia de usar adubos orgânicos com certeza!

    Embora com o uso de adubos sintéticos os nutrientes fiquem disponíveis para as plantas imediatamente, a melhoria ocorre em dias. O uso a longo prazo dos sintéticos pode alterar o pH do solo, perturbar os ecossistemas microbianos benéficos, aumentar as pragas e até mesmo contribuir para a liberação de gases de efeito estufa.
    Também pode ocorrer o excesso de nutrientes no solo.

    Por outro lado mesmo não oferecendo beneficio a longo prazo em questões de nutrientes, eles apenas completam os nutrientes do solo, não poluem o meio ambiente (sem toxinas, sem poluição). Enfim ele acaba até fazendo bem para o meio ambiente, se for pensar no longo prazo.

    Abraços…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *