Dicas

Cobertura morta

Não é um termo agradável, mas os resultados compensam

Afinal o que é cobertura morta? Vou explicar: qualquer palha picada ou aparas de grama, ou mesmo folhas secas trituradas, quando colocadas por cima do solo, protegem-no da incidência direta do sol, do impacto das chuvas e das ervas invasoras, todos estes problemas típicos do verão.


A vantagem é que, ao se decompor, esta camada funciona como adubo e condicionador, diminuindo a evaporação da água e reduzindo o gasto com as regas.
Deve-se apenas tomar cuidado com os restos de mato que, se utilizados na cobertura, irão proliferar com muita intensidade.

Autor: Raul Cânovas

01 de fevereiro de 2011

Nenhum comentário

Crônica

Aprender sempre

O paisagista que supera seus defeitos é aquele que instrui como se fosse fazer jardins eternamente e faz de cada um, o derradeiro.





No III CURSO EM IMERSÃO DE PAISAGISMO, realizado na última sexta-feira, não tentei passar grandes ensinamentos. Apenas tentei mostrar as respostas que todos tinham dentro de si mesmos. Sabia que não poderia revelar nada que já não estivesse no âmago de todos. Fiquei feliz por tentar transferir minhas experiências e deixar no ar a ideia de que deixamos de “ser” a partir do instante em que desistimos de aprender e que, essas experiências, não aconteceram comigo, mas foi o acontecido que transformei em experiências.

 

 

Durante o tempo todo, de modo implícito, procurei deixar claro que a humildade do jardineiro é necessária para tornar-se um mestre da paisagem. Um mestre que se movimenta sempre pelos caminhos da renovação e da criatividade percebendo, no entorno, o que sempre esteve lá, descobrindo o tamanho de sua própria ignorância em cada...

03 de novembro de 2010

9 comentários

Dicas

Maior feira da América Latina de jardinagem e paisagismo acontece em SP

Neste mês, São Paulo recebe o principal evento de paisagismo, jardinagem, lazer e floricultura da América Latina: a Fiaflora ExpoGarden. A décima terceira edição da feira acontece de 23 a 26 de setembro, no Pavilhão de Exposições do Anhembi.

A visita à feira é um programa muito útil para quem se interessa pelo assunto. Dando uma passada por lá, você poderá ver produtos de decoração e ornamentação de áreas externas, produtos de lazer, máquinas e equipamentos de jardinagem, plantas e flores ornamentais.

A edição 2010 conta com uma área de 15 mil metros quadrados e espera 30 mil visitantes. Os participantes do evento poderão conhecer as novidades de cerca de 220 expositores.

A STIHL também estará presente na 13ª Fiaflora ExpoGarden e apresentará três lançamentos da linha elétrica. A empresa convida você, que têm por hobby cuidar bem do jardim de casa, profissionais de jardinagem e do setor rural a conhecerem os novos produtos na feira:


O Soprador Elétrico BGE 71, para u...

17 de setembro de 2010

1 comentário

Dicas

Os elementos e a sua ação específica

Hoje vamos saber mais sobre a ação do nitrogênio e suas utilidades.

Nitrogênio (N)

- Ativa a fotossíntese;

- Promove o crescimento das folhas, aumentando seu tamanho e intensificando o verde;

- Promove a formação de proteínas;

-  Plantas que crescem em solos com excesso em nitrogênio florescem e frutificam menos, têm suas raízes pouco desenvolvidas e são propensas ao ataque de pragas;

- A deficiência é notada quando as regiões próximas das nervaduras das folhas ficam amarelas e também quando não crescem suficientemente;

- Leguminosas (ex.: sibipiruna, pau-ferro, pata-de-vaca, jatobá, canafístula, grama-amendoim, giesta,caliandra, etc.) absorvem nitrogênio do ar e podem ser cultivadas como adubo verde. O feijão pode ser enterrado superficialmente na época da florada (não o deixe semear para não “praguejar” a terra) enriquecendo assim o solo e, no caso de o solo ser muito ácido, é aconselhável a aplicação de calcário dolomítico;

- O Nitrogênio é sempre o primeiro elemento i...

28 de janeiro de 2010

Nenhum comentário

Dicas

Verão

Uhu! Chegou o verão, carregado de temperaturas altas, chuvas e também, quando as nuvens vão embora, muito sol.




Aqui, algumas dicas para que o jardim usufrua destes meses quentes.

Canteiros floríferos: húmus de minhoca pode ser aplicado, junto com substratos. Para uma melhor incorporação ao solo, afofe a terra com uma enxadinha e use 2 kg de cada, por m².

Grama:
nunca apare a grama quando estiver molhada e cuide para que as facas do cortador (manual,elétrico ou a gasolina) estejam afiadas, caso contrário, as folhas serão mastigadas facilitando a ocorrência de doenças. O gramado fica mais verde se aplicar 8 g de uréia diluída em água por m².

Ervas aromáticas: é a estação indicada para secá-las, mas com cuidado: na sombra e protegidas da umidade.

Regas: devem ser abundantes; por causa das altas temperaturas, a transpiração é maior.

Trepadeiras:
devem ser, quando escandentes ou volúveis, conduzidas com amarrilhos para subirem nas treliças e pérgulas.

Pragas: com...

21 de janeiro de 2010

3 comentários

Dicas

Como transformar um vaso de barro em um arranjo florido

Aprenda a fazer um lindo arranjo de flores usando um simples vaso de barro.

Autor: Raul Cânovas

19 de janeiro de 2010

22 comentários

Planta da Semana - Palmeiras

Attalea

O rei Attalus III, que governou a cidade de Pérgamo (atual Bergama) na Turquia no século I, era um apaixonado pela flora de seu país. Ele foi lembrado quando os botânicos batizaram, cientificamente, esta palmeira típica no nordeste.

Nos babaçuais trabalham milhares de pessoas, predominantemente mulheres, na extração do óleo das sementes, para a indústria alimentícia, construção e artesanato. Na cosmética, os produtos derivados deste óleo são muito apreciados no mercado europeu.

Paisagisticamente é formidável por causa de sua rusticidade e imponente presença.

Autor: Raul Cânovas
 

18 de janeiro de 2010

Nenhum comentário

Dicas , Passo-a-passo

Guia para podas

Podar, cortar, desbastar, dar formas são todas maneiras de educar uma árvore ou um arbusto, para que alcance a fase adulta com aspecto harmonioso e robusto.

Assim como, ao observar nossos filhos atentamente para que não cometam desvios, nós nos obrigamos, ocasionalmente, a podar-lhes certas liberdades, também devemos zelar pelo futuro do jardim. Há ocasiões em que chega a ser doloroso cortar o galho de uma árvore: sentimos um certo receio de fazê-la sofrer, de machucá-la. Uma preensão quase idêntica àquela quando colocamos limites na conduta de um filho, temendo magoá-lo ou, ainda pior, temendo interferir em sua criatividade e sem seu destino.
Mas, noblesse oblige, não podemos nos furtar dos deveres essenciais que nos foram atribuídos e esses são, sem dúvida, os de educar nossas crianças tornando assim possível o desenvolvimento dos rebentos que trouxemos para o nosso jardim.

 

Por que uma lenhosa deve ser podada

1.Para eliminar ramos mortos ou doentes que, caindo a qualquer ...

13 de janeiro de 2010

6 comentários