Plantas de sol: melhores espécies

Plantas de sol: melhores espécies

O sol é essencial para todas as espécies. Mas é importante prestar atenção em um detalhe: nem todas as plantas precisam de muita exposição solar. Em contrapartida, existem aquelas que não podem crescer ou se desenvolver adequadamente sem luz direta. Se o seu jardim é bem ensolarado, confira as espécies mais adequadas:

Acalifa (Acalypha wilkesiana): com folhas largas em tons de vermelho, a acalifa é um arbusto que chama a atenção. Se desenvolve bem em áreas quentes e úmidas, sendo que necessita de pelo menos 4 horas de sol por dia.

Agerato (Ageratum): também conhecida como celestina, essa flor traz tons incríveis de violeta e azul. É extremamente tolerante ao calor e famosa por atrair borboletas para o jardim.

Alamanda (Allamanda cathartica): a beleza da planta fica mais intensa conforme sobe a temperatura. Por ser uma trepadeira, precisa de um muro ou parede para se escorar. Cuidado: é tóxica para animais de estimação.

Azaléia (Rhododendron simsii): especialmente na cor pink, essa flor é resistente a exposição direta ao sol. Da fase do plantio até que ela se estabilize, ela exige regas constantes. Passado o período, você só vai precisar fazer as regas quando o solo estiver seco.

Cana-de-macaco (Costus spicatus): com flores exóticas e que aparecem o ano inteiro, deve ser regada de duas a três vezes por semana. O solo ideal para a cana-de-macaco é arenoso.

Capim-rubro-do-Texas (Pennisetum setaceum): por ser rústica, é uma planta de fácil manutenção e que se adapta bem em espaços com sol forte. Seu efeito paisagístico é um dos seus principais diferenciais.

Formio Roxo (Phormium Tenax Rubrum): tendo origem da Nova Zelândia, essa espécie se dá muito bem em climas tropicais e altas temperaturas. No entanto, precisa estar com o solo sempre úmido – nunca encharcado.

Girassol (Helianthus annuus): como o próprio nome já sugere, é importante que essa flor receba um pouco de sol diariamente. O mais indicado é o sol da manhã, mais fraco. As regas devem ser feitas a cada dois dias.

Lavanda (Lavandula): apesar da aparência delicada, a planta não exige muitos cuidados – é justamente a dificuldade para florescer que permite a extração de sua essência. Isso significa que o solo deve ser seco, sem muita rega. Por mais que pareça estranho, é exatamente disso que ela precisa.

Margarida (Leucanthemum vulgare): a planta deve passar o maior tempo possível recebendo iluminação e calor do sol. Fique atento para fazer poda quando ela estiver murcha ou der sinais de perda de vitalidade.

Petúnia-comum (Petunia × atkinsiana): a planta precisa de pelo menos 5 horas de exposição solar por dia! Seu florescimento ocorre especialmente na primavera e no verão, e essa espécie é uma ótima escolha para praças, parques e jardins residenciais.

Para conferir mais dicas sobre espécies, acompanhe o Jardim das Ideias STIHL no Instagram.

Um comentário
  1. Oi, preciso de pendentes que gostem de sol. Tem sugestões? Para floreiras.

    1. Olá, tudo bem? Agradecemos pelo seu comentário. Em breve faremos o conteúdo sugerido. Fique de olho no Jardim das Ideias STIHL, temos atualizações diárias! 🙂

    1. Olá! Tudo bem? Agradecemos o seu comentário, que bom que você gostou do conteúdo. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *