Microverdes: belos e nutritivos

Microverdes: belos e nutritivos

Os microverdes estão cada vez mais tomando um lugar de destaque em geladeiras de supermercados ou em pratos de restaurantes. Mas você sabe o que são?

Microverdes consistem em folhas que possuem um tom bem atrativo e colorido, além de serem extremamente ricas em nutrientes. Essas folhinhas se encontram em um estágio específico das plantas, antes da fase baby leaf e depois da fase de broto – e já falamos sobre esses dois assuntos aqui no blog, não deixe de conferir 😉

Quais os benefícios dos microverdes?

É comprovado em pesquisas que o valor nutricional dos vegetais nesta fase (mais jovens) é muito mais alto do que durante a fase adulta. Durante este período, eles possuem uma concentração maior de bioativos, como antioxidantes, minerais e vitaminas. Microverdes de aipo, repolho roxo e rúcula, por exemplo, possuem uma concentração de até 40 vezes maior que os mesmos durante a sua fase adulta. Ou seja, consumi-los diariamente contribui muito para uma vida mais saudável.

Como fazer microverdes em casa?

Os microverdes vegetais estão ganhando lugar nas feiras e nos mercados, mas você pode cultivar em sua casa. É simples! Apenas com um vaso, floreira ou viveirinho já é possível plantar os seus grãos. Lembre-se de completar o espacinho dos microverdes com substrato para jardinagem, depois semear uma grande quantidade de sementes e tampar com uma camada fina de substrato.

É importante lembrar que o solo deve sempre estar úmido, então, fique sempre atento e regue sempre que possível. Um borrifador é uma boa escolha para esse e muitos outros cultivos. Em torno de uma semana já é possível colher, mas não se engane, a colheita pode levar até 21 dias. Durante a germinação, uma boa dica é deixar sob a luz solar, assim, aumenta o teor de vitaminas e nutrientes.

Que tal fazer em sua casa? Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *