Cassia ferruginea

Não é exigente com o solo onde será plantada, suportando bem aqueles considerados pobres; tolera o sol direto, mesmo na sua fase inicial de crescimento, é rápida; o tronco reto, coberto por uma casca acinzentada, mais ou menos lisa, é imune a brocas; tem uma florada espetacular durante a primavera.

Que mais podemos querer desta árvore? Bem, talvez, mais nada, no entanto deveríamos estar atentos a suas longas favas que mudam do verde ao marrom destacando-se no inverno quando a árvore está despida de sua folhagem. Mas atentos por quê? Por que no interior dessas favas tem umas sementes que são vistas como verdadeiras iguarias pelos periquitos, pelas maritacas e alguns outros alegres e famintos visitantes alados.

 

Autor: Raul Cânovas

Nome científico: Cassia ferruginea.
Nomes comuns: Tapira, Coiana, Chuva de Ouro, Canafístula, Canafrista, Cigarreira.
Sinônimos estrangeiros: Goldenshower (em inglês).
Família: Leguminosae – Caesalpinoideae.
Características: Árvore.
Porte: De 8 m a 15 m.
Fenologia: Meio da primavera e começo do verão.
Cor da flor: Amarela.
Cor da folhagem: Verde clara.
Origem: Ceará até Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná.
Clima: Subtropical (tolera geadas leves).
Luminosidade: Sol pleno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *