A beleza noturna do cacto-sianinha

A beleza noturna do cacto-sianinha

Cacto-sianinha, sianinha, cacto-orquídea, rainha-da-noite, jasmin-cacto… São várias as formas de se chamar a Selenicereus anthonyanus, espécie da família Cactaceae. De origem mexicana, essa planta trepadeira deixa qualquer paisagem mais bonita, especialmente na sua época de florescimento. Quer saber mais sobre o cacto-sianinha? Confira a seguir:

O cacto-sianinha pode chegar até 1 metro de altura e normalmente é encontrado em árvores. As flores dessa planta são uma grande atração por serem grandes e na cor creme com suas partes externas na coloração avermelhada, normalmente desabrochando apenas no entardecer. Seus ramos são achatados e se intercalam com alguns espinhos pequenos.

Clima indicado para o cacto-sianinha

A planta pode ser cultivada em todo o país, mas se desenvolve melhor em regiões quentes e com poucas chuvas. Curiosidade: apesar de adorar ficar no sol, as flores da Selenicereus anthonyanus só se abrem de noite. Isso explica o nome popular “rainha-da-noite”. 🙂

Cultivo do cacto-sianinha

Essa espécie pode ser cultivada tanto no jardim como em vasos, mas para isso é necessário uma boa matéria orgânica e sua drenagem deve ser feita com brita. A rega pode ser realizada regularmente, mas sem deixar o solo encharcado. Dica: evite molhar demais no inverno.

Propagação do cacto-sianinha

A propagação é feita pelos ramos ou por sementes. Utilizando os ramos, no início, o solo deve ser úmido. Com o crescimento de suas raízes é possível colocá-la em um vaso, caso seja seu local definitivo. Já na propagação por sementes a germinação é rápida, sendo importante o uso de estufas para o seu melhor desenvolvimento.

Gostou de saber mais sobre essa planta? Por qual nome você conhece ela? Comente.

Para conferir mais dicas de jardinagem, curta a página Jardim das Ideias STIHL no Facebook e acompanhe todas as novidades! Até o próximo post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *