Dicas

Calçadas arborizadas

 Estreitas ou largas, em ruas apertadas ou grandes avenidas, árvores são imprescindíveis


Se você for plantar uma muda na calçada, fique atento para que a espécie escolhida possua raízes médias ou profundas, evitando futuras dores de cabeça com pisos arrebentados, muros trincados, entupimentos nas redes de água e esgotos e até problemas com os próprios alicerces de sua casa. Tome cuidado com a florada, as pétalas podem manchar a pintura dos carros. Algumas árvores, como é o caso da quaresmeira, têm corantes nas suas corolas florais tão fortes que, quando caem úmidos e em contato com o sol, desprendem pigmentos, deixando marcas na lataria dos automóveis.

Folhas muito pequenas podem entupir os respiradores do capô desses veículos, assim como, também, as calhas próximas dos telhados. Outro fator a ser considerado é a frutificação delas; não é de bom senso usar plantas com frutos suculentos, isto é, com polpas que possuem muito sumo, porque no chão podem ocasionar escorregões e quedas. Frutos grandes, nem pensar! Mangueiras, abacateiros e goiabeiras são um perigo quando usados nos passeios públicos. Apesar da arborização com mangueiras em Belém do Pará, que inegavelmente trazem benefícios fantásticos funcionando como filtros dos raios solares, elas transformaram o “cartão postal” em uma questão de saúde urbana. As centenárias, como as de plantio mais recente, caem nessa cidade porque estão concentradas em locais densamente habitados e com tráfego intenso. Elas quebram os para-brisas dos carros e sofrem por causa das fundações dos edifícios, das marquises, de todo esse mobiliário urbano e especialmente com a fiação aérea e a rede subterrânea de água e esgotos. A trepidação do asfalto e o aumento da poluição são fatores que determinam uma reflexão sobre a utilização dessas árvores frutíferas.

Outro aspecto a ser levado em conta é a altura e a forma da copa que terá quando adulta. O ideal é que os primeiros galhos surjam do tronco principal a, pelo menos, 2,30 metros do chão, permitindo o livre trânsito de pedestres, inclusive nos dias chuvosos quando andam com guarda-chuvas abertos. Copas excessivamente largas e perto das fachadas dos prédios podem facilitar o acesso de alguém que se utilize dos ramos para entrar pela janela de um apartamento nos dois primeiros andares e “fazer a festa”, roubando os moradores. Neste caso, prefira aquelas com formas colunares ou piramidais. A densidade da fronde também deve ser vista como algo relevante na escolha. Em vias com pouca largura e cercadas por edificações altas, opte por árvores com copas transparentes, que permitem a entrada de mais luz solar. Se, pelo contrário, a arborização for feita em avenidas com orientação Leste – Oeste e, por conseguinte, com muito sol durante o dia, devem ser selecionadas essências arbóreas com copas densas para oferecer sombreamento às calçadas.

Enfim, um projeto de arborização deixou de ser uma atividade de amadores. Atualmente é necessário um planejamento sério para que nossas cidades propiciem um bem-estar, no mínimo, aceitável a seus cidadãos.

Autor: Raul Cânovas

25 de abril de 2012

8 comentários

Carregando...
  • Noemi Barros comentou dia 25 de abril:

    Adorei!Dúvidas sanadas agora.

  • Leandro Villa comentou dia 27 de abril:

    Que árvores são estas da foto?

  • Raul Cânovas comentou dia 27 de abril:

    Que bom Noemi,

    Você pode obter mais esclarecimentos sobre arborização neste mesmo blog. Há muitos textos tratando do tema. Use a ferramenta “buscar”.

  • Raul Cânovas comentou dia 27 de abril:

    Alecrim-de-campinas, Leandro.

  • Rafael Gomes comentou dia 02 de outubro:

    Por favor, me dê sugestões de boas árvores para serem colocadas na calçada, tenho uma calçada larga e gostaria de uma que tivesse pouca manutenção e se não for pedir muito, que não derrube muitas folhas.

    Grato,

    Rafael.

  • Raul Cânovas comentou dia 12 de novembro:

    Para lhe dar uma sugestão, Rafael, precisaria saber em que cidade você mora. Obviamente espécies adequadas ao clima do sul do país não toleram as temperaturas da região norte, assim como as de áreas serranas não desenvolvem bem no litoral.

    Aguardo sua resposta, abraços

  • Tácia renata comentou dia 03 de junho:

    Por favor gostaria de algumas sugestões de arvores que eu possa plantar. Faço um projeto acadêmico e são arvores para estacionamento. Para clima quente e úmido(nordeste). Obrigada

  • Equipe Jardim das Ideias STIHL comentou dia 11 de junho:

    Olá Tácia,
    Atente para a questão do espaço disponível para o crescimento das raízes, visto que a maioria das espécies possui sistema radicular agressivo, podendo estourar o piso. Outro aspecto a observar é se o município onde essas árvores serão plantadas possui plano diretor de arborização urbana. Em caso positivo, devem ser respeitadas as espécies indicadas nesse documento. Algumas espécies que podem ser plantadas: fícus, pau brasil, nim, pata de vaca, ipê, aroeira, dentre outras.
    Esperamos ter ajudado!
    Um abraço,
    Equipe Jardim das Ideias
    * colaborou com a resposta o engenheiro agrônomo Marcelo Klein