5 espécies de folhagens para espaços meia-sombra

5 espécies de folhagens para espaços meia-sombra

Cada espécie de planta possui características diferentes e necessita de um ambiente favorável para seu crescimento. Observar qual é o tipo de incidência solar no espaço que você deseja é um passo importante antes da escolha da folhagem para colocar. Abaixo, conheça mais sobre ambientes de meia-sombra e 5 folhagens que se dão bem com esse tipo de espaço.

Afinal, o que é um ambiente de meia-sombra?

Considera-se de meia-sombra o ambiente que recebe luz solar apenas nas horas em que o sol está mais fraco, e luz indireta nas horas em que ele está mais forte. As espécies de folhagens que se encaixam nesse ambiente necessitam de somente 3 horas de sol por dia, ficando sob luz indireta durante o resto do tempo. Elas podem ser cultivadas em áreas internas, varandas ou jardins.

Folhagens para ambientes de meia-sombra

Confete (Hypoestes phyllostachya)

Também conhecida como face-sardenta, é uma planta com textura bem delicada. Suas folhas podem ter pintas brancas, rosas ou vermelhas em um fundo verde ou verde-avermelhado. É muito utilizada por paisagistas e decoradores para compor ambientes internos e jardins, em função do seu aspecto diferente e ornamental.

Tinhorão (Caladium bicolor)

Nativa do Brasil e da América Tropical, possui grande potencial ornamental com suas folhas em formato de coração. É uma planta geralmente cultivada em vasos e jardineiras, e é popularmente conhecida como tinhorão ou caládio. É importante mantê-la longe do alcance de crianças e animais domésticos, pois é considerada uma folhagem muito tóxica.

Clívia (Clivia miniata)

Originária da África do Sul, seu charme está nas flores, que possuem um tom alaranjado e avermelhado. É uma planta ornamental, de porte pequeno, que pode ser cultivada em vasos e canteiros. Costuma florescer na primavera e prefere climas amenos. Mas cuidado: a clívia solta pequenas porções de um alcaloide chamado licorine, o que a torna tóxica.

Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii)

É uma folhagem que se adapta bem a vasos e em ambientes internos. Considerada uma das principais plantas ornamentais, suas flores brancas simbolizam a paz. Deve ser cultivada sempre à meia sombra, e as regas necessitam de uma certa frequência para manter a planta com uma aparência bela por mais tempo.

Pacová (Philodendron martianum)

Também conhecida como filodendro, babosa-de-árvore ou babosa-de-pau, essa folhagem pode ser cultivada em vasos e em espaços internos. Suas folhas são grandes e em formato oval, ajudando na ornamentação e decoração dos ambientes. É uma planta epífita, ou seja, se desenvolve sobre outras plantas sem lhes causar nenhum prejuízo.

Gostou de saber mais sobre espaços meia-sombra e as folhagens que se dão bem com esse tipo de ambiente? Então compartilhe e deixe seu comentário. Até a próxima!

Um comentário
  1. Gostei muito das dicas sobre jardinagem e demais assuntos , parabens por essa iniciativa.

  2. Amo plantas, estou achando ótimo receber esclarecemos, sobre como cuidar,, planar e locais onde cultivadas com sucesso Valeu! Ob.

    1. Ficamos muito felizes que esteja aproveitando nossos conteúdos, Myrthes! Também amamos muito as plantas! Siga nos acompanhando. Abraço!

  3. Gosto mto de lírio da paz, mais não consigo cultiva lo

    1. Oi, Maria! Vamos tentar entender o que pode estar faltando para que ele vá pra frente. Ele precisa receber claridade durante o dia, ou pelo menos o sol fraco da manhã, todos os dias (por isso o vaso deve ficar junto à janela). Caso ele esteja em algum local longe da janela, o seu metabolismo fica mais lento, atrasando a emissão de flores e novas folhas. De forma geral esta espécie responde ao fotoperíodo, ou seja, quando os dias começam a ficar mais longos (próximo à entrada da primavera), eles florescem. Mas para isso, a terra deve conter os nutrientes responsáveis pela floração (fósforo, cálcio, ferro, zinco, entre outros. Você já colocou algum tipo de adubo para ele nos últimos meses? Você pode começar a adubar mensalmente. Na terra do vaso, adicione o adubo da sua preferência(pode ser húmus de minhoca, biofertilizante, ou outro). Lembre de ler os rótulos e seguir as orientações de diluição para não aplicar uma dose muito forte, que irá queimar às raízes. Continue cuidando dele, pois ele irá florescer ainda este ano.

  4. Muito gratificante tenho lirios, gostaria de saber como cuida de rosas por favor mim responde

    1. Olá, Aparecida! Nós também amamos rosas! Para cultivá-las basta ter um local que pegue sol por 4 horas por dia, pode ser pela manha ou pela tarde. Se for um jardim inteiro, melhor ainda. Roseiras amam sol. Plante as mudas em uma linha, espaçadas meio metro entre si. Lembre se usar a tesoura de poda para cortar os botões passados. Assim ela seguirá florescendo a cada 2 ou 3 meses. Caso não floresça, faça uma poda drástica e espere as novas brotações.

      Vânia Angeli, Engenheira Agrônoma

    1. Adoramos ter você por aqui, Maria! Siga nos acompanhando. Abraço! ♥♥♥

  5. Apaixonada por plantas, áreas verdes, flores,natureza,amei saber que a planta Pacova é uma epfita!
    Parabéns!!!!

    1. Olá, Adauta! Ficamos felizes em saber que curtiu nosso conteúdo! Siga nos acompanhando e não perca nenhuma dica! ♥♥♥

Deixe uma resposta para Lurdes Maristela Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *