5 espécies de folhagens para espaços meia-sombra

5 espécies de folhagens para espaços meia-sombra

Cada espécie de planta possui características diferentes e necessita de um ambiente favorável para seu crescimento. Observar qual é o tipo de incidência solar no espaço que você deseja é um passo importante antes da escolha da folhagem para colocar. Abaixo, conheça mais sobre ambientes de meia-sombra e 5 folhagens que se dão bem com esse tipo de espaço.

Afinal, o que é um ambiente de meia-sombra?

Considera-se de meia-sombra o ambiente que recebe luz solar apenas nas horas em que o sol está mais fraco, e luz indireta nas horas em que ele está mais forte. As espécies de folhagens que se encaixam nesse ambiente necessitam de somente 3 horas de sol por dia, ficando sob luz indireta durante o resto do tempo. Elas podem ser cultivadas em áreas internas, varandas ou jardins.

Folhagens para ambientes de meia-sombra

Confete (Hypoestes phyllostachya)

Também conhecida como face-sardenta, é uma planta com textura bem delicada. Suas folhas podem ter pintas brancas, rosas ou vermelhas em um fundo verde ou verde-avermelhado. É muito utilizada por paisagistas e decoradores para compor ambientes internos e jardins, em função do seu aspecto diferente e ornamental.

Tinhorão (Caladium bicolor)

Nativa do Brasil e da América Tropical, possui grande potencial ornamental com suas folhas em formato de coração. É uma planta geralmente cultivada em vasos e jardineiras, e é popularmente conhecida como tinhorão ou caládio. É importante mantê-la longe do alcance de crianças e animais domésticos, pois é considerada uma folhagem muito tóxica.

Clívia (Clivia miniata)

Originária da África do Sul, seu charme está nas flores, que possuem um tom alaranjado e avermelhado. É uma planta ornamental, de porte pequeno, que pode ser cultivada em vasos e canteiros. Costuma florescer na primavera e prefere climas amenos. Mas cuidado: a clívia solta pequenas porções de um alcaloide chamado licorine, o que a torna tóxica.

Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii)

É uma folhagem que se adapta bem a vasos e em ambientes internos. Considerada uma das principais plantas ornamentais, suas flores brancas simbolizam a paz. Deve ser cultivada sempre à meia sombra, e as regas necessitam de uma certa frequência para manter a planta com uma aparência bela por mais tempo.

Pacová (Philodendron martianum)

Também conhecida como filodendro, babosa-de-árvore ou babosa-de-pau, essa folhagem pode ser cultivada em vasos e em espaços internos. Suas folhas são grandes e em formato oval, ajudando na ornamentação e decoração dos ambientes. É uma planta epífita, ou seja, se desenvolve sobre outras plantas sem lhes causar nenhum prejuízo.

Gostou de saber mais sobre espaços meia-sombra e as folhagens que se dão bem com esse tipo de ambiente? Então compartilhe e deixe seu comentário. Até a próxima!

Um comentário
  1. Gostei muito das dicas sobre jardinagem e demais assuntos , parabens por essa iniciativa.

  2. Amo plantas, estou achando ótimo receber esclarecemos, sobre como cuidar,, planar e locais onde cultivadas com sucesso Valeu! Ob.

    1. Ficamos muito felizes que esteja aproveitando nossos conteúdos, Myrthes! Também amamos muito as plantas! Siga nos acompanhando. Abraço!

  3. Gosto mto de lírio da paz, mais não consigo cultiva lo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *