Como cuidar das orquídeas terrestres

  • 09 de agosto de 2018
  • Categoria: Dicas
Essas plantas vivem no solo, mas não se confunda: isso não quer dizer que elas nascem na terra. O solo aqui é o húmus, uma matéria orgânica resultante da composição de animais e plantas mortas, bem como das fezes da minhoca. Além disso, outro ambiente bacana para as orquídeas terrestres são as folhas acumuladas no chão, que acabam criando um espaço fértil. O húmus costuma absorver muita água, o que torna sempre úmido, por este motivo as verdinhas desenvolvem suas raízes com grande tolerância à umidade. Mas é bom manter sempre o cuidado, elas necessitam de solo drenado e leve para o crescimento saudável.

Apesar da fácil manutenção, é importante lembrar que as plantas sempre precisam de atenção. Além das tarefas básicas o carinho por elas faz a diferença na floração. 

Como cuidar das orquídeas terrestres

Essas plantas são diversificadas. Nem todas as dicas se aplicam a todas, mas em sua grande maioria. É importante ressaltar que essas informações não são regras, mas servem como guia para você testar e ver se sua planta vai se adaptar.

1. A ventilação é sempre necessária. As plantas necessitam de um ar puro e fresquinho. A grande maioria não tem problemas com as baixas temperaturas, pois quando o frio é extremo elas adormecem, ficam sem florescer. O clima ideal depende da orquídea, é sempre importante realizar uma pesquisa para saber quais condições melhores para a sua.

2. Normalmente essas orquídeas não necessitam de muito adubo. Seus nutrientes são retirados do solo em que estão. Tome cuidado com a adubação em excesso. Para substratos, faça uma mistura meio a meio entre humos e terra vegetal.

3. As orquídeas terrestres normalmente gostam muito de água. Para verificar se ela precisa ou não, siga a seguinte dica: coloque o dedo no substrato de sua orquídea, se estiver seco ou pouco úmido, regue. Este processo deve ocorrer de 2 a 3 vezes por semana.

4. Para o plantio procure por vasos fundos, e substrato de húmus com cascas finas de árvores. Utilize a terra vegetal e muito composto orgânico, para que a drenagem seja eficiente.  Quando realizar o processo direto na terra, faça o buraco no chão e preencha com o composto orgânico. Não esqueça de fazer isto em locais limpos, com sol direto, umidade e ventilação.

Que características elas possuem?

Essas plantinhas normalmente contam com dois tubérculos subterrâneos e são divididas em gêneros. Este fato varia conforme onde vivem, por exemplo, lugares secos, iluminados, mais quentes, frio, úmidos etc. 

Confira alguns dos principais gêneros de orquídeas terrestres encontradas no Brasil:
• Sobralia: são mais de 100 espécies, nativas do México e da grande maioria dos países da América do Sul. Nascem em locais no nível do mar até em grandes altitudes, podendo chegar a 2 metros de altura. Suas flores têm cores esbranquiçadas, lilás, rosa, vermelho, amarelo, laranja, entre outras.
• Phaius: gostam de solos alagados, margens de pântanos e regiões tropicais. São cerca de 40 espécies e chamam a atenção dos colecionadores pela grandeza de sua floração. 
• Arundina: é um gênero extremamente pequeno, com apenas uma orquídea conhecida como Bambu. Ela chega a 2 metros de altura, tem folhas finas e compridas. A sua floração acontece nas estações do outono e verão, nas cores lilás rosada e uma muito rara, totalmente branca.
• Paphiopedilum: conta atualmente com 98 espécies, seu crescimento é monopodial. Tem fama entre os cultivadores.
• Phragmipedium: algumas são epífitas, tendo 24 espécies. São plantas que possuem poucas flores, mas elas são bem grandes. As flores têm cor laranja, vermelha, magenta e amarela.
• Cymbidium: não é um gênero que possuiu a grande maioria das orquídeas terrestres, mas uma boa parte é cultivada no Brasil. São 69 espécies, geralmente gostam de frio e com a queda de temperatura conseguem florir.
• Spathoglottis: são cerca de 40 espécies, sendo nativas do continente asiático e do sudoeste do oceano pacífico. Essas verdinhas são famosas pelo perfume que parece com cheiro de uva. Suas flores são grandes com cores variadas.
• Bletia: possuiu 33 espécies, sendo grande maioria de orquídeas terrestres nativas da Florida até o Sul do Brasil. Gostam de barrancos, encostas ou campos. Suas flores são nas cores lavanda ou branca, com tamanho médio de 4,5 centímetros e florescem na primavera e verão.

As orquídeas terrestres são lindas e fáceis de manter, não é mesmo? Que tal montar um espaço para elas em sua casa? Se tiver dúvidas, coloque aqui nos comentários ;) 
Comentários
Voltar para a página inicial